Sábado, 28 de Maio de 2022 10:11
67993368356
Geral Mato Grosso do Sul

Última fase da obra no Joaquim Português requer atenção dos motoristas no acesso ao Parque dos Poderes

A última fase da obra de contenção da erosão na cabeceira do córrego Joaquim Português avança. Desde a última semana, os trabalhadores da empreitei...

27/01/2022 05h10
Por: Redação Fonte: Secom Mato Grosso do Sul
Chico Ribeiro
Chico Ribeiro

A última fase da obra de contenção da erosão na cabeceira do córrego Joaquim Português avança. Desde a última semana, os trabalhadores da empreiteira responsável iniciaram a pavimentação da rua Jerônimo Corboda, em frente ao Centro de Triagem e Encaminhamento do Migrante e População de Rua – Cetremi.

São aproximadamente 100 metros onde já foram executados os serviços de drenagem e, até esta sexta-feira (28), o trecho receberá asfalto. Essa rua, que não é pavimentada, é rodeada de terrenos baldios e um condomínio residencial.

Para evitar que o acúmulo de água da chuva na rua Jerônimo Corboda desça pela rua Jornalista Marcos Fernandes Hugo Rodrigues (acesso ao Parque dos Poderes), até a Avenida do Poeta, desaguando na cabeceira do córrego Joaquim Português, a drenagem executada no trecho de 100 metros foi direcionada para o piscinão (bacia de contenção), no terreno ao lado do Cetremi.

Trânsito –Durante as intervenções, é importante que os motoristas redobrem a atenção ao transitar pela rua Jornalista Marcos Fernandes Hugo Rodrigues, acesso ao Parque dos Poderes pela Avenida Ministro João Arinos. O trecho não precisará ser bloqueado, e a sinalização auxilia os condutores.

Com aproximadamente 1 ano de obra, as intervenções na cabeceira do córrego Joaquim Português estão no final. Para acabar com a erosão que crescia ano após ano, o Governo do Estado investiu R$ 4,7 milhões na obra, com recursos do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul).

Entre as principais intervenções na obra, foi executada a recomposição de erosão com aterro, nova escavação na bacia de detenção que fica no outro lado da Avenida do Poeta, em frente onde ficava a erosão e instalação tubulação.

Joilson Francelino, Subcom

Fotos: Chico Ribeiro

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.